5 Direitos que toda pessoa com deficiência deveria conhecer! Por Carol Constantino

by - setembro 17, 2019


(Texto en español a continuación)


Não nasci sabendo de tudo, e por mais que eu tenha deficiência à 29 anos, ainda tem muita coisa que não sei. Mas, se me perguntassem 5 direitos que toda pessoa com deficiência deveria conhecer, seriam estes:


1- Você pode namorar, casar com quem você quiser!
Alguns de nós precisam de auxílio de outras pessoas para realizar atividades do dia à dia, como por exemplo: para ir até à escola, se alimentar, se vestir, entre outras.

Porém, isso não dá o direito de decidirem por nós, principalmente no que diz respeito a relacionamentos amorosos e amigáveis.
A reforma do Direito Civil passou a afirmar que todas as Pessoas com Deficiência possuem capacidade civil para decidir sobre estas questões pessoais.
É claro que existem casos em que esse direito não se aplica, mas são em situações excepcionais em que profissionais capacitados provam que determinada pessoa realmente não possui essa mesma "capacidade".


No entanto, somos livres para ser amiges namorar, casar, ou simplesmente se relacionar sexualmente, com quem a gente quiser.

2- Acessibilidade não é caridade!

Alguns anos atrás, tínhamos o pensamento de que a pessoa com deficiência era "defeituosa", diferente de todo o resto, e por conta disso, a gente tinha que tentar se adaptar ao máximo para ficar mais "normal" possível.
Hoje em dia, já sabemos que não existe ninguém "normal ou perfeito", cada um é diferente do outro e não é errado ter uma deficiência, não somos defeituosos.


Com isso, várias leis foram criadas impondo várias mudanças, obrigando os hotéis, escolas, estacionamentos, todos os lugares a se prepararem para nos receber.
Por isso, é imprescindível que você saiba que acessibilidade não é caridade, mas sim, um direito seu.


3- Você pode denunciar quem te descriminar!

Sabe quando você era criança e não te levaram no passeio da escola porque não tinha nenhum profissional para te acompanhar? Ou quando você não é contratada na empresa porque a vaga fica no segundo andar e não tem elevador? Ou ainda, quando um familiar pega seu cartão de pagamento e não deixa você decidir sobre o seu dinheiro?... Pois bem, todas essas situações são consideradas como CRIMES por discriminação, e você pode denunciar e recorrer à justiça.

Por mais que muitos falam que a justiça não funciona, já é previsto na legislação que discriminação gera multa e, em alguns casos, até em prisão.

Se você se sente discriminade, tem alguém que de alguma forma de humilha, te obrigada a fazer coisas que não quer, não respeita suas decisões e, de alguma forma, te impede de acessar um direito seu, ligue para *100, ou entre em contato com a gente que podemos te ajudar.


4- Você tem todo direito de votar!
Já ouvi muitas pessoas com deficiência falando que não gostam de política e nem vão votar. Mas, você precisa entender que necessário "pensar e falar" sobre política, e principalmente: VOTAR.


Hoje, já existem regras para tornar a sessão do eleitor com deficiência totalmente acessível e para assim, no dia que ele for votar, não enfrentar nenhuma barreira. Infelizmente, alguns cadeirantes, muletantes e outros, ainda se deparam com a falta de acessibilidade, em contra partida, nós devemos continuar votando e continuar brigando para que nossa zona seja acessível, se cada um fizer sua parte, logo ninguém mais enfrentará dificuldades para exercer sua cidadania.


5- Aposentadoria é diferente de BCP-Loas
É comum confundirem, ou achar que o BPC-Loas é a mesma coisa que aposentadoria. Mas, não é!
O BPC (Benefício de Prestação Continuada) é aquele salário mínimo que as pessoas com deficiência, de baixa renda, recebem. Ele pode ser solicitado em qualquer momento e com qualquer idade. De fato, o pedido e a perícia é feita no INSS mas, não tem nada a ver com a aposentadoria.

Se você quiser se aposentar, deve ter contribuído o tempo necessário para isso acontecer. O que muita gente não sabe, é que a pessoa com deficiência se aposenta mais cedo, e depois que você consegue se aposentar, nunca mais vai deixar de receber pois é um direito seu. O que, infelizmente, não acontece com quem recebe o BPC.


Estes foram alguns dos direitos que temos e que pouca gente conhece. Por mais que seja complicado de entender, estou à disposição para te explicar tudinho pelo meu Instagram @carolconstantino.lou , pois é super válido conhecer seus direitos e lutar por eles, só assim as coisas irão melhorar para todo mundo!
Carol Constantino

Galeria

¡5 derechos que toda persona discapacitada debe conocer!


No nací sabiendo todo, y aunque tengo una discapacidad a los 29 años, todavía hay muchas cosas que no sé. Pero si me pidieran 5 derechos que toda persona con discapacidad debería conocer, estos serían: 1- Puedes salir, casarte con quien quieras!
Algunos de nosotros necesitamos ayuda de otros para realizar actividades cotidianas, como ir a la escuela, comer, vestirnos, etc. Sin embargo, esto no nos da el derecho de decidir por nosotros, especialmente con respecto a las relaciones amorosas y amistosas. La reforma de la ley civil ahora establece que todas las personas con discapacidad tienen capacidad civil para decidir sobre estos asuntos personales. Por supuesto, hay casos en los que este derecho no se aplica, pero es en situaciones excepcionales donde profesionales calificados prueban que una persona en particular realmente no tiene esa misma "habilidad". Sin embargo, somos libres para ser amigos, salir, casarnos o simplemente tener relaciones sexuales con quien queramos. 2- ¡La accesibilidad no es caridad! Hace unos años, pensamos que la persona con discapacidad era "defectuosa", a diferencia de cualquier otra cosa, y por eso, tuvimos que tratar de adaptarnos lo más posible para ser lo más "normal" posible. Ahora sabemos que no hay nadie "normal o perfecto", cada uno es diferente del otro y no está mal tener una discapacidad, no estamos defectuosos. Por lo tanto, se crearon varias leyes que imponen varios cambios, obligando a hoteles, escuelas, estacionamientos, en todas partes a prepararse para recibirnos. Por lo tanto, es esencial que sepa que la accesibilidad no es caridad, sino su derecho. 3- ¡Puedes denunciar quién te discrimina! ¿Sabes cuándo eras niño y no te llevaron en el viaje escolar porque no había un profesional que te acompañara? ¿O cuando no te contratan en la empresa porque el trabajo está en el segundo piso y no tiene ascensor? ¿O cuando un miembro de la familia toma su tarjeta de pago y no le permite decidir sobre su dinero? ... Bueno, todas estas situaciones se consideran CRÍMENES por discriminación, y usted puede denunciar e ir a la corte. Por mucho que muchos digan que la justicia no funciona, ya está prevista en la legislación que la discriminación genera multas y, en algunos casos, incluso en prisión. Si te sientes discriminatorio, haz que alguien que de alguna manera te humille, te haga hacer cosas que no quieres, no respete tus decisiones y de alguna manera te impida acceder a tu derecho, llama al * 100 o entra Contacta con nosotros podemos ayudarte. 4- ¡Tienes todo el derecho de votar! He escuchado a muchas personas con discapacidad decir que no les gusta la política y que ni siquiera votarán. Pero debe comprender que necesita "pensar y hablar" sobre política, y especialmente: VOTAR. Hoy en día, hay reglas para hacer que la sesión del votante discapacitado sea totalmente accesible, de modo que el día que vaya a votar, no enfrente ninguna barrera. Desafortunadamente, algunos usuarios de sillas de ruedas, muletantes y otros aún enfrentan la falta de accesibilidad, por el contrario, debemos seguir votando y seguir luchando para que nuestra zona sea accesible, si cada uno hace su parte, para que nadie más tenga dificultades para hacer ejercicio. tu ciudadanía 5- La jubilación es diferente de BCP-Loas Es común confundir o pensar que BPC-Loas es lo mismo que la jubilación. ¡Pero no es! El BPC (beneficio de beneficio continuo) es ese salario mínimo que reciben las personas con discapacidades, de bajos ingresos. Se puede solicitar en cualquier momento y a cualquier edad. De hecho, el reclamo y la experiencia se hacen en el INSS, pero no tiene nada que ver con la jubilación. Si desea jubilarse, debe haber contribuido con el tiempo necesario para que esto suceda. Lo que mucha gente no sabe es que las personas con discapacidad se jubilan temprano, y una vez que pueda jubilarse, nunca dejará de recibirlo porque es su derecho. Esto, desafortunadamente, no les sucede a quienes reciben el BPC. Estos fueron algunos de los derechos que tenemos que pocas personas conocen. Tan complicado como es entenderlo, estoy disponible para explicarles a todos en mi Instagram @carolconstantino.lou, porque es súper válido conocer sus derechos y luchar por ellos, ¡solo entonces las cosas mejorarán para todos!


Carol Constantino

Galeria

You May Also Like

0 comentários